A Escolha de um ERP.

É um longo caminho até que essa escolha seja feita, mas entender que cada ERP tem desvantagens/vantagens específicas para cada caso, direciona para a melhor decisão para os seus processos de negócio.

Decidir qual ERP é mais aderente a seus processos não é tão simples e definitivamente é muito mais do que apenas escolher um fornecedor de soluções e implementar. É necessário olhar para o mercado/concorrentes, fornecedores e consultoria, além da análise de outras mil variáveis específicas do seu nicho/processo.

De três anos para cá, um outro aspecto passou a ser também considerado:  On-premise ou Cloud? Cloud ou On-premise?

Para responder essa pergunta é necessário analisar as vantagens e desvantagens de cada uma dessas opções.

On-premise.

  • On-premise, utiliza infraestrutura e servidores da própria empresa ou de terceiros;
  • Os custos de uma implementação On-premise podem ser grandes dependendo das necessidades e ambiente na qual o ERP será instalado. Diante a essa necessidade maior de investimento, sua aquisição é caracterizada como investimento de capital (CAPEX);
  • Possibilita um maior nível de customização. Apesar das customizações representarem maiores custos para a empresa, possibilitam uma maior aderência do ERP aos processos específicos de negócio. A empresa paga mais pelo ERP, porém obtém um ERP “selfmade” para suas necessidades.
  • O tempo de implementação também costuma ser maior e sempre agrega custos ocultos internos e externos que não são considerados no momento da comparação com o CLOUD.

Cloud.

  • Nessa modalidade, por um preço fixo mensal ou trimestral, a aplicação é disponibilizada pela internet por um fornecedor único, sem necessidade de infraestrutura própria de TI;
  • Como não se trata de investimento, é viabilizado economicamente como custo de operação (OPEX);
  • A empresa usuária se foca no negócio enquanto a gestão de TI passa a ser gerenciada pelo fornecedor da solução CLOUD;
  •  Se houver uma necessidade de personalização específica para os processos de negócio da empresa, os custos envolvidos podem ser grandes e mais complexos;
  • O tempo de implementação é geralmente menor e isso torna a solução CLOUD mais interessante para empresas em crescimento e para aplicações onde os processos estejam padronizados pelo mercado. Uma implementação on-premisse pode demorar meses, enquanto uma solução CLOUD demora semanas, as vezes dias.
  • É possível que o ciclo de vida do sistema traga gastos progressivos, dependendo do projeto.

A tecnologia evolui constantemente. Otimiza processos empresariais como um todo, principalmente, se adaptando as demandas de mercado.

E agora a tecnologia está dando um passo à frente, em direção ao futuro. E quando vislumbramos o futuro, vemos que ele não é 100% on-premise. O mercado potencial para as aplicações CLOUD, não só pela redução de custos envolvidos, mas pela simplificação que ela possibilita, com certeza irá ocupar uma parcela relevante do mercado à frente.

2307, 2021

Crie valor e agilidade integrando o PIX com seu JD EDWARDS

julho 23rd, 2021|0 Comments

Desde que foi lançado no final de 2020, o PIX ganhou destaque nas notícias. Menos de um ano depois, várias novidades são divulgadas, como o PIX Cobrança para recebimentos futuros, incluindo juros, multas, acréscimos e descontos. Outra novidade, é a integração via API on-line ou padronização de arquivo de remessa e retorno, viabilizando a gestão de cobranças em lote. Clique aqui para saber mais. A MPL está pronta para esclarecer suas dúvidas e implantar a tecnologia no JD Edwards.

1607, 2021

A onda positiva na economia está voltando

julho 16th, 2021|0 Comments

Estamos vencendo mais uma crise que custou muito caro, mas consolidou a transformação digital. Nada nos faz viver melhor como empresa e como pessoas do que boas perspectivas. Vamos arregaçar as mangas pois tudo muda e agora cabe a nós seguir com as mudanças. Vamos fazer isso juntos? 

907, 2021

QSoftware

julho 9th, 2021|0 Comments

Evitar acessos não autorizados elimina exposição a riscos financeiros, implicações legais e até chantagem. Em um white paper conciso e objetivo, Carrie Curry mostra como as revisões periódicas da segurança no JD Edwards ajudam a identificar acessos redundantes ou desnecessários. Clique aqui para fazer o download e conhecer o que você pode fazer para estar sempre preparado para auditorias na sua empresa.

507, 2021

Vigilens Reporting

julho 5th, 2021|0 Comments

A solução Vigilens Reporting chegou ao Brasil para aumentar a eficiência e facilitar a tomada de decisões em nível gerencial. Ela permite que os usuários finais criem relatórios operacionais no JD Edwards sem depender da equipe de TI. Não há necessidade de cubos ou conhecimentos de SQL. Com um clique, o usuário obtém os dados que precisa, no formato mais conveniente. Clique aqui para você saber mais sobre o Vigilens.

Com outro clique aqui nós entramos em contato com você.