O dia a dia das empresas e sua gestão financeira:

Demandas instáveis, custos de produção que variam conforme o mercado e fornecedores que são trocados constantemente. Esses são só alguns dos desafios que são comuns a realidade de quase todas as empresas no momento atual.

Diante a todo esse cenário complexo as organizações precisaram se adaptar para executar diversos processos financeiros que garantem uma gestão financeira com competitividade e controle de custos.

Algumas dessas ações, como lidar com diversos fornecedores por exemplo, além de envolver um alto nível de dificuldade, dependem de mais de um setor envolvido na tomada de decisão final.

Estamos falando de empresas de variados portes (pequeno, médio e grande) que tem em seus processos de negócios o compartilhamento de inúmeros dados (por meio de planilhas e outros documentos) e necessitam de um funcionamento desse fluxo de uma forma prática, ágil e intuitiva.

Conseguir administrar essas informações de uma forma concentrada não se trata apenas do CFO evitar erros impraticáveis, mas também dele ter um poder de decisão macro, sobre todas as áreas e processos da empresa, centralizados de uma forma simplificada

Prever, Planejar e Controlar:

Já entendemos que as empresas precisaram se adaptar para se manterem competitivas no mercado, e que com isso um novo nível de informações e dados é requerido.

Esses dados precisam estar em fluxo alinhado, porém não se pode gastar um tempo imenso planejando e alinhando com cada área da empresa.

Então, qual movimento pode ser feito por um CFO para que os dados tenham consistência, sejam centralizados e integrem todas as áreas da empresa?

Antes de responder a isso, precisamos dar um passo atrás e analisar alguns aspectos de uma gestão financeira correta.

A gestão financeira de um CFO  contém aspectos similares independente do segmento que atue. Dentro desses aspectos similares, existem 3 pilares no caminho da gestão correta. Estes são:  Prevenção, Planejamento e Controle.

Todo o gestor já passou por um momento aonde a previsão de uma ação mudou o rumo de seu planejamento.

Todo o gestor já passou por um momento aonde o planejamento correto de seus processos melhorou o seu controle do tempo e de gastos.

Todo o gestor já passou por um momento aonde percebeu que controlar seus ativos e gerencia-los daí é essencial para uma produtividade maior e rendimento efetivo.

Agora que já visualizamos o mercado, entendemos as necessidades do CFO e traçamos os aspectos de uma gestão financeira correta, podemos responder à pergunta: Qual movimento pode ser feito por um CFO para que os dados tenham consistência, sejam centralizados e integrem todas as áreas da empresa? A resposta é clara. O movimento da inovação como solução, da tecnologia como aliada.

As tecnologias corretas para o gestor:

Independente do segmento que atue um gestor precisa ter as ferramentas corretas para a gestão financeira correta dos seus projetos/ativos/recursos.

Algumas ferramentas são essenciais para garantir uma gestão assim, conheça aqui as duas ferramentas fundamentais para isso:

  • Tecnologia Mobile – Gerir planilhas, pessoas e outros ativos pode ser uma tarefa árdua e interminável. Imaginemos o seguinte exemplo: Você é o gestor financeiro de uma multinacional que está viajando para outro estado. Alguns minutos antes de você entrar no avião, um e-mail chega com o pedido urgente de aprovação da compra de uma nova leva de suprimentos para sua empresa. É aí que a tecnologia mobile entra a seu favor.

Você poderia simplesmente abrir o aplicativo do seu ERP, olhar seus recursos e tomar uma decisão baseada em dados reais. Tudo isso em questões de minutos e dependendo apenas do seu celular, do aplicativo e internet. Pronto. Pedido aprovado e você não precisou de mais de 10 minutos.

Agora imaginemos sem essa tecnologia mobile. Como você saberia o quanto a sua empresa tem de budget para compras? Como comparar e fazer cenários rapidamente para ajudar na sua decisão? Como ver os recursos gerais da empresa? O ponto é que a tecnologia mobile não só te garante tempo, garante a precisão necessária para decisões corretas.

  • Soluções de planejamento e orçamento em nuvem – O controle de gastos é uma das maiores dificuldades de quase todas as empresas. Conseguir planejar e gerir o número de dados entre diversos setores é uma das missões mais complexas de um CFO.

Uma solução de planejamento em nuvem te entrega esse resultado, além de prover capacidades de análises sofisticadas de modelagem e predição.

Com um curto período de implementação, esse tipo de tecnologia te possibilita um controle imediato de planilhas e dados, além de relatórios e painéis de indicadores que exibem planos, previsões e dados atuais que podem ser criados e alterados em minutos.

109, 2020

LGPD já

setembro 1st, 2020|0 Comments

O senado revogou na semana passada o adiamento da entrada em vigor da LGPD. A MPL montou um pacote para adequar o seu negócio às novas regras, tratando dos instrumentos legais, bases de dados e […]

2508, 2020

Suporte Fix, uma solução atual

agosto 25th, 2020|0 Comments

O ano de 2020 serviu, entre outras coisas, para convencer os céticos de que o trabalho remoto funciona. Em 2006, a MPL lançou o Suporte-fix com um raciocínio que continua atual. O JD Edwards é […]

2108, 2020

Transformação digital agora

agosto 21st, 2020|0 Comments

O sucesso da transformação digital é ditado por um paradoxo humano. Por um lado, temos a tendência de repetir rotinas, principalmente as que um dia deram certo. Pelo outro, tanto as pessoas quanto suas rotinas […]

1308, 2020

Consolidação Contábil

agosto 13th, 2020|0 Comments

Entre muitas funcionalidades disponíveis no Oracle JD Edwards, existem algumas jóias que parte das empresas que adotam a plataforma desconhecem e não utilizam. Uma delas é a consolidação de saldos entre várias empresas. Ela […]